terça-feira, 31 de janeiro de 2017

ECHAD(אחד)-UM



Yahanam-joão 17;1... Estas palavras falou Yahshuah, e levantou Seus olhos
para os shamayim, e disse, Abba, a hora é chegada; estima Teu Filho, para que Teu Filho também possa Te estimar:
2 Assim como Tu Lhe deste poder sobre toda carne, Ele
dê a chayim(vida) eterna a tantos quantos Tu Lhe entregaste.
3 E esta é a chayim(vida) eterna; que possam conhecer-Te, ECHAD-o único
“יהוה  ולהים , emet, e Yahshuah  hamashyah המשיעה     יהשועה, a quem Tu Enviaste.

Nessa linda oração declaratório de Yahshuah ao Aba-Pai Yahveh...ele não deixa nenhuma margem para as teorias Unicista e trinitariana!

Compreendendo a termo "Echad" do shemá Yahshurum.

Algumas pessoas por falta de conhecimento aprofundado sobre o hebraico acabam sendo iludidos por falsos especialistas na língua hebraica, que distorcem o texto , para tentar provar suas ideologias teológicas. 

Hoje nesse texto eu espero ajudar a esclarecer de maneira simples o vocábulo “Echad-(אחד)” encontrado na declaração de fé hebraica, para esclarecer de uma vez por todas o real sentido deste vocábulo dentro daquele texto Escrituristico. 

Está escrito em Devarym(Deuteronômio) 6:4 “Ouve   Yahshurum; YHVH nosso ulhim, é Echad (UM) 

Os teólogos em sua maioria dizem que o termo Echad (Um) neste texto significa uma espécie de “unidade composta” e fazem isto para dar suporte a sua crença em uma pluralidade de  seres  criadores, e dizem eles que em Hebraico existiria uma palavra para significar uma unidade absoluta “Yachid” mas em nenhum dos léxicos do idioma hebraico encontramos tal afirmativa, ou algo parecido com esta afirmativa teológica, vejamos portanto aquilo que diz os léxicos da língua hebraica: 

Segundo o dicionário  Strong e o Holladay lexicon esta palavra Yachid significa “Único” e é um adjetivo masculino singular absoluto, e encontramos este termo em 3 passagems   na Escritura; Tehilim(Salmos) 25:16, Yarmyahu(Jeremias) 6;26 e Amós 8:10. 

“E tornarei as vossas festas em luto, e todos os vossos cânticos em lamentações; e porei pano de saco sobre todos os lombos, e calva sobre toda cabeça; e farei que isso seja como luto por um filho único, e o seu fim como dia de amarguras. (Amo 8:10 ACF)” 

Este vocábulo também aparece em sua forma feminina Yachidah (יחדה ) em Juízes 11:34. 

“Vindo, pois, Jefté a Mizpá, à sua casa, eis que a sua filha lhe saiu ao encontro com adufes e com danças; e era ela a única filha; não tinha ele outro filho nem filha.” 
Este adjetivo segundo o Strong é proveniente do verbo Yachad (יחד) que significa juntar, unir, ser juntado, ser unido, portanto o adjetivo Yachid teria mais logica de tentar provar uma possível pluralidade na deidade do que o uso de um numero cardinal, contrariando, portanto todo o pensamento errôneo da teologia atual. 

Este termo tem o mesmo sentido da palavra em português “Único” que serve tanto para designar uma única unidade, como um conjunto de unidades, como por exemplo, nestas frases: “O único exercito que sobreviveu foi o israelense” e “ Eu tenho um único computador”. 

Na primeira frase a palavra único serviu para agregar um agrupamento de soldados, e na segunda para designar um único objeto. 

Portanto é falacioso pensar e dizer que o termo “Único” seja uma unidade absoluta, e que não seja usada para designar um agrupamento de objetos. 

Echad (אחד) segundo o mesmo lexico é um numeral cardinal singular masculino absoluto, e tem o mesmo sentido da palavra portuguesa ‘Um” sendo procedente da raiz primitiva Achad (אחד) e tendo a versão feminina Achat (אחת ) e segundo os textos bda escritura kadosh tem a mesma aplicabilidade do termo em portugues Um e Uma, podendo significar um agrupamento de objetos como uma mobilia, ou um unico objeto como uma caneta. 

Como exemplo de uma unica unidade podemos citar o texto de Yahshuah(Josué) 4:2 “Tomai do povo doze homens, de cada tribo um homem(Ish Echad )( איש אחד ); e como exemplo de agrupamento podemos usar Bereshit  (Genesis) 34:16 “Então dar-vos-emos as nossas filhas, e tomaremos nós as vossas filhas, e habitaremos convosco, e seremos um povo(Am Echad)( עם אחד ); 

Existem inúmeras passagens usando ambas as formas então como podemos afirmar que o Echad encontrado em Devarym(deuteronômio) 6:4 faz referencia a uma única unidade e não a um agrupamento, ou união em uma determinada deidade? 

Primeiramente, devemos lembrar da palavra que precede ou antecede o vocábulo Echad, no caso de Am Echad, a palavra povo é um conjunto de indivíduos, ficando bem claro se tratar de um agrupamento de seres humanos, e no caso de Ish echad como o substantivo homem é singular a compreensão fica bastante clara. 

Mas e no caso do Shemá  Yahshurum? 

No caso do Shemá Yahshurum precisamos simplesmente analisar o texto de maneira simples para compreender seu sentido. 

“שמע ישרום ” “Shema Yahshurum(Israel) “Escuta Yahshurum” 

“יהוה  ולהים” “YHVH ”  é  nosso Ulhim 

“יהוה אחד” “YHVH echad” “YAHVEH [É] UM” 

Portanto o texto esta dizendo que YHVH é o soberano de Yahshurum-Israel e Ele (YHVH) é um, assim sendo afirmar que Echad neste texto significa uma espécie de plural é afirmar a existência de mais um Pai, pois o texto não esta afirmando aqui que o adonai é um, mas que YHVH-Yahveh é um
Para concluir vale lembrar de uma questão histórica importante para fechar o nosso raciocínio, quando Yahshurum(Israel) recebe as tabuas da Instrução(lei) no monte Sinai, ele estava vindo de uma sociedade politeísta, deste modo era fundamental deixar bem claro quem era o soberano ao qual Yahshurum(Israel) deveria seguir, estabelecer o monoteísmo de maneira definitiva era fundamental para retirar do coração de todos qualquer desejo politeísta, assim sendo, qualquer ideia de pluralidade iria confundir a crença do povo de Yahshurum(Israel), consequentemente fica impossível de se acreditar que ao proferir o shema Yahshurum(Israel), a ideia original era trazer uma pluralidade de qualquer maneira,mas estabelecer de um jeito firme a unidade absoluta deste ser supremo e único chamado YHVH. 




Baruk hashem Yahveh-yhvh todo poderoso pai de nosso soberano Yahshuah  Hamashyah..!.



Ivonil Ferreira  de  Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário