segunda-feira, 11 de setembro de 2017

A PEDRA DE DANYAHU=DANYEL CAP-2...

 

 

Profecia da estátua de Nabucodonosor

   
A profecia da estátua de Nabucodonosor é relatada no segundo capítulo do livro de danyahu=Daniel.

 

    Contexto Histórico

    Aproximadamente no ano de 606 AC, o Império Babilônico dominava o mundo de então. Nabucodonosor, o rei deste império, havia subjugado o povo de Israel e muitos foram levados para o cativeiro. Dentre os cativos estava o jovem Daniel, da Tribo de Judá. Babilônia era uma cidade de beleza e luxo. Seus palácios e Jardins Suspensos se tornaram uma das sete maravilhas do mundo antigo. Era cercada por imensos muros e gigantescas portas, além de um profundo fosso rodeando os muros. Babilônia era considerada uma cidade inexpugnável. O Rio Eufrates cortava a cidade em diagonal, sob os muros, fertilizando os maravilhosos jardins. O território que Nabucodonosor governava tinha tido uma longa e variada história e estado sob o governo de diferentes povos e reinos. De acordo com o Gênesis, a cidade de Babilônia foi parte do reino fundado por Nimrod, bisneto de Noé.1 Nabopolasar (626-605 ac) foi o fundador do que se chama o Império Caldeu ou Império Neo-Babilônico, o qual teve sua idade de ouro nos dias do rei Nabucodonosor e durou até que Babilonia caiu nas mãos dos medos-persas no ano 539.
    Nabucodonosor se orgulhava de "sua Babilônia", que ele dizia ter criado por suas próprias mãos, com a força de seu poder, para glória de sua magnificência.2 Mas ele se preocupava em como seria quando ele não fosse mais o governante.

    Visão do contexto narrado enquanto alegoria

    A Tradução Ecumênica da Bíblia, lembra que Antíoco III procurou casar sua filha com Ptolomeu V que se refere a um reino divido, ou seja os sucessores de Alexandre (Império Selêucida e a Dinastia Ptolemaica).
    A pedra= simboliza o reino messiânico, o reino divino de YHVH, definitivo, que destrói os poderes humanos.

    Daniel interpreta o sonho do rei Nabucodonosor.
    Como todos os antigos, Nabucodonosor acreditava em os sonhos como um dos meios pelos quais os
    deuses revelavam sua vontade aos homens. Segundo a Bíblia em uma noite yhwh decidiu revelar a Nabucodonosor o futuro em uma Profecia, não só do império da Babilônia, mas também a história de toda a humanidade. Nabucodonosor sonhou com uma grande estátua, a cabeça era de ouro, o peito e os braços de prata, o ventre e coxas de bronze, as pernas de ferro e os pés eram parte de ferro e parte de barro. Enquanto admirava a estátua uma grande pedra veio do alto e acertou os pés da estátua que acabou sendo totalmente destruída. Depois disso a pedra cresceu até cobrir toda a face da terra.
    No dia seguinte ao pensar no sonho, o rei percebeu que não conseguia se lembrar de nada. Não conformado com o esquecimento procurou ajuda dos sábios de sua corte. Exigiu que eles o fizessem lembrar do sonho e também dessem a sua interpretação
    Danyahu=Daniel não estava presente quando os sábios foram convocados e notificados da difícil tarefa. Se o mistério não fosse solucionado todos os sábios seriam executados. A severidade do castigo não estava fora de tom com os costumes desses tempos. No entanto, era um passo temerário do rei porque os homens cuja morte tinha ordenado constituíam a classe mais culta da sociedade. Danyahu=Daniel pediu um tempo para buscar o auxílio de yhwh e então solucionar o que parecia impossível.
    Segundo a Bíblia, uma noite yhwh enviou a Danyahu=Daniel o mesmo sonho que o Rei havia sonhado. Algum tempo depois Danyahu= Daniel foi levado até Nabucodonosor.Danyahu= Daniel descreveu o sonho com exatidão ao rei, contou até mesmo o que Nabucodonosor pensara antes de dormir.7 Nabucodonosor não tinha nenhuma dúvida que aquele era o sonho e que Danyahu=Deus havia revelado essas coisas a Danyahu= Daniel.
    Em seguida Danyahu=Daniel deu a interpretação do sonho. Danyahu=Daniel descreveu, segundo o relato bíblico, história da humanidade desde a babilônia até o dia do juízo final.  Segundo Danyahu=Daniel as diferentes partes da estátua eram diferentes impérios que se sucederiam no controle e domínio do mundo.
    As mais óbvias interpretações preteristas sobre a revelação do sonho de Danyahu=Daniel, estão contidas nas próprias escrituras sagradas onde se tem revelações sobrenaturais bem como a do próprio jovemDanyahu= Daniel. Vejamos por partes:
    1. a cabeça de ouro: as sagradas escrituras definem essa cabeça de ouro como o poder babilônico da época cujo rei era Nabucodonosor e todo seu império conquistador;
    2. o peito e os braços de prata: seria um segundo reinado um pouco inferior ao babilônico;
    3. o ventre e o quadril: seria um terceiro reino, um reinado de bronze que governaria toda terra;
    4. as pernas de ferro: se refere a um quarto reino forte como o ferro, pois o ferro quebra e destrói tudo; e assim como o ferro despedaça tudo também ele destruirá e quebrará todos os outros reinos que já existiram;
    5. os pés eram em parte ferro e parte barro: essa parte da revelação que Danyahu=Daniel revelara ao rei se refere aos dedos dos pés que eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil; quanto ao ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.Referindo-se desta forma às alianças que as nações futuras tentarão fazer umas com as outras mas sem grandes resultados;
    6. a pedra que caiu sem auxílio de mãos: se refere ao Messias e Salvador da humanidade, o próprio Yahshuah  há=mashyah, a quem as escrituras sagradas se referem ((Daniel 2:44) - Mas, nos dias desses reis, o Eterno  yhwh do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre.)

    Interpretação Historicista

    Segundo esta linha de interpretação, a profecia do capítulo 7 cobre essencialmente o mesmo lapso histórico que o sonho do capítulo 2 de Daniel. Ambos abarcam desde os dias do profeta até o dia do juízo final. Em Danyahu=Daniel 2, Nabucodonosor viu os poderes mundiais representados por uma grande estátua de metal;  já no capítulo 7, Danyahu=Daniel os viu mediante o simbolismo de bestas e chifres.
    Os estudiosos que defendem esta linha de raciocínio entendem que tema do capítulo 2 de Danyahu=Daniel é essencialmente político; exceto a  pedra, que  simboliza  o messias,  e  o grande  monte  em que ela  se  tornou,  o reino messiânico espiritual.. Foi dado, em primeiro lugar, para informar a Nabucodonosor e assim conseguir sua cooperação com o plano divino. Já a profecia do capítulo 7, como as do resto do livro, foram dadas especialmente para que o plano divino, através de todos os séculos, pudesse ser entendido e revelado. Estas profecias tem como pano de fundo a luta do bem contra o mal.

    A Cabeça de Ouro

    Ele deu ao senhor o domínio em todo o mundo sobre os seres humanos, os animais e as aves. O senhor é a cabeça feita de ouro.

    Os jardins suspensos da Babilónia, como imaginados por Martin Heemskerck.

    O Primeiro Reino

    Nabucodonosor era a personificação do Império Neobabilônico. As conquistas militares e o esplendor arquitetônico de Babilonia se deviam, em grande parte, a suas proezas. Literalmente, Daniel diz que a destacada cabeça de ouro da estátua era o Império Babilônico representado por seu governante Nabucodonosor.

    Ouro

    Para embelezar a cidade de Babilonia se tinha usado ouro em abundância. Herodoto descreve com profusão de termos o resplendor do ouro nos templos sagrados da cidade. A imagem do deus, o trono sobre o qual estava sentado, a mesa e o altar estavam feitos de ouro.

    Cabeça

    Nabucodonosor sobressaía entre os reis da antiguidade.

    Peito e Braços de Prata

    Depois do seu reino haverá outro, que não será tão poderoso como o seu…9

    O Segundo Reino


    Ciro II permitindo aos Hebreus o retorno e reconstrução de Jerusalém
    Este segundo reino da profecia de Daniel é chamado às vezes Império Medo-Persa incluía o mais antigo Império Medo e as aquisições mais recentes do conquistador persa Ciro II. É pouco provável que o segundo reino seja somente o Império Medo, como alguns sustentam, o que converteria a Império Persa no terceiro reino. O Império Medo foi contemporâneo do Império Neobabilônico, não seu sucessor. Império Medo caiu ante Ciro o persa antes da queda da Babilônia. Dario reinou em Babilônia por permissão do verdadeiro conquistador, Ciro, que derrotou Belsasar da Babilônia. O livro de Daniel se refere várias vezes à nação que conquistou a Babilônia, à qual Darío representava, como "os medos e os persas". Segundo Herodoto, Ciro havia dito que era parte Persa e parte Medo. Ciro, que tinha chegado a ser rei da Persia, derrotou a Astíages dos Medos no ano 553 ou 550 AC. Assim os persas que anteriormente estavam subordinados aos medos, chegaram a ter o poder dominante no que tinha sido o Império Medo. Já que os persas governaram desde o tempo de Ciro em adiante, se os menciona normalmente como Império Persa. Mas o prestígio mais antigo se refletia na frase "Medos e Persas" que se aplicava aos conquistadores da Babilonia no tempo de Daniel e ainda mais tarde. A posição honrosa de Darío depois da conquista da Babilonia demonstra o respeito de Ciro para com os Medos, ainda que o mesmo detinha realmente o poder.
    [Obs: O Império Medo-Persa era de três a quatro vezes maior em extensão e população do que o reino de Nabucodonosour. Não só incluiu o reino conquistado da Babilônia, mas também a Lydia (parte ocidental da Turquia), o Egito, o Afeganistão, uma grande parte da Ásia Central e da pátria Medo-Persa (atuais Irã e leste da Turquia). Além disso, o império persa (539-330) durou mais do que o dobro do reino Neo-Babilônico (626-539), 209 anos contra 87 anos. Portanto, é impossível considerar que o Império Medo-Persa tenha sido menor ou menos poderoso do que o Neo-Babilônico.]

    Prata

    Como a prata é inferior ao ouro, o Império Medo-Persa foi inferior ao Neobabilônico. Ao contrastar os dois reinos, notamos apesar do segundo ter durado mais tempo, certamente foi inferior em luxo e magnificencia. Os conquistadores medos e persas adotaram a cultura da complexa civilização babilônica, porque a sua estava muito menos desenvolvida.

    Ventre e Coxas de Bronze

    …e depois desse reino haverá ainda outro, um reino de bronze, que dominará o mundo inteiro. 9

    O Terceiro Reino

    O sucessor do Império Medo-Persa foi o Império de Alexandre, o Grande e seus sucessores. Grécia estava dividida em pequenas cidades-estados que tinham um idioma comum mas pouca ação unificada. Ao pensar na Grécia antiga, pensamos principalmente na idade de ouro da civilização grega sob a liderança de Atenas, no século V ac. Este florecimento da cultura grega seguiu ao período de maior esforço unido das cidades-estados autônomas, a exitosa defesa de Grécia contra Persia, ao redor do tempo da rainha Ester. A "Grécia" de Daniel 8:21, não se refere às cidades-estados autônomas do período da Grécia clássica, mas ao posterior reino macedónico que venceu a Persia. Macedônia, uma nação consanguínea situada ao norte de Grécia propriamente dita, conquistou as cidades gregas e as incorporou pela primeira vez a um Estado forte e unificado. Alexandre, depois de ter herdado de seu pai o recém engrandecido reino grecomacedônico se pôs em marcha para estender a dominação macedónica e a cultura grega para o oriente e venceu ao Império Persa. A profecia aprepresenta o reino da Grécia como um reino que viria depois da Persia, porque Grécia nunca se uniu para formar um reino até a formação do Império Macedónico que substituiu a Persia como principal poder do mundo desse tempo. O último rei do Império Persa foi Darío III, que foi derrotado por Alexandre nas batalhas de Granico (334 ac), Issos (333 ac), e Batalha de Gaugamela (331 ac).

    Bronze


    O Império de Alexandre Magno
    Os soldados gregos se distinguiam por sua armadura de bronze. Seus capacetes, escudos e machados eram de bronze. Herodoto nos diz que Psamético I do Egito viu nos piratas gregos que invadiam suas costas o cumprimento de um oráculo que predizia a "homens de bronze que saem do mar".

    Dominará o Mundo Inteiro

    A história registra que o domínio de Alexandre se estendeu sobre Macedônia, Grécia e o Império Persa. Incluiu a Egito e se expandiu pelo oriente até a Índia. Foi o império mais extenso do mundo antigo até esse tempo. Seu domínio foi "sobre toda a terra" no sentido de que nenhum poder da terra era igual a ele, e não porque cobrisse todo mundo, nem ainda toda a terra conhecida nesse tempo. Um "poder mundial" pode definir-se como aquele que está acima de todos os demais, invencível; não necessariamente porque governe a todo mundo. As afirmações superlativas eram comumente usadas pelos reis da antigüidade. Ciro denomina a si mesmo "rei do mundo… e dos quatro bordes (regiões da terra)".

    Pernas de Ferro

    Depois, virá um quarto reino, e este será forte como o ferro, que quebra e despedaça tudo. E assim como o ferro quebra tudo, esse reino destruirá completamente todos os outros reinos do mundo.11

    O Quarto Reino


    O Coliseu de Roma, Itália
    Esta não é a etapa posterior quando se dividiu o império de Alexandre, mas império que conquistou o mundo macedónico. Muito antes da tradicional data de 753 ac, Roma tinha sido estabelecida por tribos latinas que tinham vindo a Itália em ondas sucessivas arredor do tempo em que outras tribos indoeuropeas se tinham estabelecido na Grécia. Desde aproximadamente no século VIII ac até o V ac a cidade-estado latina foi governada por reis etruscos vizinhos. A civilização romana foi muito influída pelos etruscos, que vieram a Itália no século X ac, e especialmente pelos gregos que chegaram dois séculos mais tarde. Pelo ano 500 ac o Estado romano se converteu em república, e seguiu sendo-o por quase 500 anos. Em 265 ac toda Itália estava sob o domino romano. Em 200 ac Roma saiu vitoriosa da luta a morte que tinha sustentado com sua poderosa rival do norte de África, Cartago (originalmente uma colônia fenicia). Desde então Roma se fez dona do Mediterrâneo Ocidental e era mais poderosa do que qualquer dos estados do oriente. Desde então Roma primeiro dominou e depois absorveu, um a um, os três reinos que sobraram dos sucessores de Alexandre, e assim chegou a ser o seguinte grande poder mundial depois de Alexandre. Este quarto império foi o que mais durou e o mais extenso dos quatro, pois no século II dc estendia-se desde Inglaterra até o Eufrates.

    Ferro

    Edward Gibbon chamou muito adequadamente Roma de a "monarquia de ferro", ainda que não era monarquia no tempo em que chegou a ser o principal poder do mundo.

    Quebra e Despedaça Tudo

    Tudo o que se pôde reconstruir da história romana confirma esta descrição. Roma ganhou seu território pela força ou pelo temor que infundia seu poderío armado. Ao princípio interveio em conflitos internacionais numa luta por sobreviver contra seu rival, Cartago, e se viu assim envolvida numa guerra depois de outra. Achatando a um adversário depois de outro, chegou a ser finalmente a agressiva e irresistível conquistadora do mundo mediterrâneo e da Europa Ocidental. No princípio da era cristã, e um pouco mais tarde, o poder de ferro das legiões romanas respaldava à Pax Romana (a paz de Roma). Roma era o império maior e mais forte do que o mundo tinha conhecido até então.

    Dedos de Ferro e Barro

    Na estátua que o senhor viu, os pés e os dedos dos pés eram metade de ferro e metade de barro. Isso quer dizer que esse reino será dividido, mas terá alguma coisa da força do ferro; pois, como o senhor viu, o ferro estava misturado com barro.

    O Quinto Reino

    Ainda que menciona aos dedos,  Danyahu= Daniel não chama especificamente atenção a seu número. Declara que o reino seria dividido.Isso significa que esse Reino representa a forma de governo em que se encontra a sociedade humana dividida, com alguns reinos fortes como o ferro e outros frágeis como o barro.

    Barro e Ferro, Fraco e Forte

    Roma tinha perdido sua tenacidade e força férreas, e seus sucessores eram manifestamente débeis, isto significa que Roma permaneceria até os dias de hoje, contudo como mistura dela (Ferro)com o barro, sabemos que não existe mais atualmente o império Romano, e sim o que sobrou dele, o papado. Também existia uma parte forte. Os reinos bárbaros diferiam grandemente em valor militar, como o diz Gibbon ao referir-se a "as poderosas monarquias dos francos e os visigodos, e os reinos subordinados dos suevos e burgundios".

    Não Ficarão Unidos

    Os versos 4213 e 4314 dizem: "Como os artelhos dos pés eram, em parte de ferro e em parte de barro, assim, por uma parte o reino será forte e, por outra, será frágil. Quando ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão mediante casamento, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.".
    A profecia de  Danyahu= Daniel suportou a prova do tempo. Algumas potências mundiais foram débeis, outras fortes. O nacionalismo continuou com vigor. As tentativas de converter num império único e grande as diversas nações que surgiram do quarto império terminaram no fracasso. Certas seções se uniram transitoriamente, mas a união não resultou nem pacífica nem permanente. Existiram também muitas alianças políticas entre as nações. Mas todas essas tentativas se frustraram. A profecia não declara especificamente que não poderia ter uma união transitória de vários elementos, por meio da força das armas ou de uma dominação política. No entanto, afirma que se tentasse ou se conseguisse formar tal união, as nações que a integrassem não funcionariam organicamente, e continuariam com seus receios mútuos e hostis. Uma federação formada sobre tal fundamento está condenada à ruína. O sucesso passageiro de algum ditador ou de alguma nação não deve assinalar-se como o fracasso da profecia de Danyah=Daniel.

    A Pedra

    O verso 44 diz: No tempo desses reis, o Deus do céu fará aparecer um reino que nunca será destruído, nem será conquistado por outro reino. Pelo contrário, esse reino acabará com todos os outros e durará para sempre.
    É isso o que quer dizer a pedra que o rei viu soltar-se da montanha, sem que ninguém a tivesse empurrado, e que despedaçou a estátua feita de ferro, bronze, prata, barro e ouro. O Grande yhwh está revelando ao senhor o que vai acontecer no futuro. Foi este o sonho que o senhor teve, e esta é a explicação certa.

    Fará Aparecer um  Reino

    A correta  interpretação da dessa profecia do  rukha  nevuah=espirito  de profecia; apresentam este detalhe da profecia uma predição da primeira chegada do messias e da posterior conquista do mundo pelo Evangelho.
    N  implantação  de  seu reino espiritual  dentro  da  semana  de  nº 70 a ultima, durante  seu  novo concerto  com  muitos...quando ele  mesmo disse...Desde  então  começou  yahshuah a anunciar  a boa  nova  dizendo...Arrependei-vos, porque  chegou  a  vós  o  reino  do shamaym=céus...mt-3,2  e  4, 17  e refs.
    E outra  vez disse...o reino  dos céus  está  entre  vós...lukas 17,21.

    Significado para 'Pedra

    Em Aramaico 'ében', é uma palavra idêntica a palavra 'ében' do Hebraico. Sua tradução é "pedra", e é usada para referir-se a lousas, pedras para atirar com funda, pedras talhadas, vasilhas de pedra, pedras preciosas. A palavra 'rocha' é usada freqüentemente na bíblia como uma referência a  yhwh (Deut. 32:4, 18;1 Sam. 2:2; etc.). Esta palavra 'rocha' vem da palavra hebraica 'tsur'. A palavra usada no original por Danyahu=Daniel foi 'tsur' e não 'eben'. Danyahu=Daniel é claro em sua interpretação para Nabucodonosor pois apresenta e descreve todos os símbolos usados na profecia.


    A  rocha  é  o messias...1 coríntios 10,4  e deut-32,4  números 20,8,11..e refs... A pedra que os edificadores rejeitaram...Sal-118,22,  e  144,12...e mat-2142,  mR-12,10,  Lu-20,17ª  kefah=Pedro 2,27. E  foi colocada  pelo yahweh=eterno...como  a pedra fundamental  desse  reino  eterno... que  ele  fundou  na  semana  de  seu concerto  com  muitos...Danyahu=Daniel  9,27  e mt- 26,26-30  e  refs...
    Quando  com  o seu sangue derramado  o messias  comprou...homens, de todas  as  raças, para  serem,  um reino sacerdotal...nação  santa  e povo adquirido...para anunciar    sua maravilhosa  luz....as virtudes  daquele que  vos  chamou  das trevas para  a luz  profética  do rukha  nevuah=espirito  de profecia...1ª  kefah=Pedro 2,9  e Apo-1,6  e  5,10.


    EM  CONSTRUÇÃO....

    Batalha de Gaugamela Batalha de Issus Batalha de Granico Alexandre o Grande Dario III da Pérsia Artaxerxes IV Artaxerxes III Artaxerxes II Dario II da Pérsia Sogdianus Xerxes II Artaxerxes I Xerxes I Dario I da Pérsia Declaração de Ciro Babilônia Ciro II Belsasar Templo de Jerusalém Cativeiro Babilónico Nabucodonosor II

    sexta-feira, 1 de setembro de 2017

    QUANDO NASCEU YAHSHUAH?-novo ultimo


                                  QUANDO NASCEU  YAHSHUAH?

    Yahveh quer pensadores racionais...

    “Eu rogo-vos, portanto, irmãos, pelas rachamim de יהוה , que apresenteis vosso corpo por sacrifício vivo, kadosh, e aceitável a יהוה , que é vosso ato de adoração racional”
    Romanos 12:1







    Segundo estudo mais apurado das Escrituras,  a provável época do nascimento de Yahshuah teria sido na conhecida Festa de “Sukot”= Tabernáculos(Cabanas). O estudo está baseado no comentário de que Z´kharyah (Zacarias) tinha visitado o templo pouco antes de sua esposa engravidar:

    Nos dias de Herodes, rei de Yahudah, havia um kohen=sacerdote, chamado Z´kharyah, que pertencia à divisão de Aviyah=Abias;  Sua mulher descendia de Aharon...mas, eles não tinham filhos, porque Elisheva (Izabel) era estéril;


    O Salvador morreu na Pessach dia 14 de Abibe ( março /abril) com 33 anos e meio, logica e matematicamente Yahshuah o Messias faria 34 anos dali a 6 meses, no mês do Tirsi [tysrá - setembro/outubro meses correspondentes no calendário gregoriano]
    João 1:14

    E o verbo se fez carne, e habitou [tabernaculou] entre nós cheio de graça e de verdade e vimos a sua tifret [esplendor]...do unigênito nascido do Aba Pai cheio do favor imerecido e emet [verdade].
    Ele habitou entre os homens. A palavra "habitou" vem da mesma palavra traduzida tabernáculo. 

    Literalmente, a idéia é que Yahshuah "tabernaculou" entre os homens. Esta palavra evoca lembranças do tabernáculo do Antigo Testamento, que era o lugar onde os homens encontravam Yahveh, o  Salvador, que é a expressão exata do Pai (Hebreus 1:3), é a pessoa na qual encontramos Yahveh. Yahshuah na carne era Yahveh no meio dos homens.

    O povo só lotava a cidade três vezes por ano, na Pessach - Abibie nas Festas do primeiro mês, no Shavuot [Pentecostes]no terceiro mês e nas Festas do Sétimo Mês [setembro/outubro]:

    No Sétimo mês temos:

    no dia primeiro na Lua Nova - Festa das Trombetas, 
    no dia 10  - Dia da Expiação - Yom kipur
    na Festa dos Tabernáculos [Socot] dia 15 (lua cheia e mudança de lua o que provoca os partos normais...) os judeus vinham de todas as partes para celebrar a festa que durava 7 dias (15 a 21) mais o 8º dia que era um shabat do 7º dia e retornavam dia 23 para suas casas.....a cidade lotada, ocasionou a falta de hospedagem para o casal viajante...

    Se considerarmos a influencia da lua nos partos normais ele nasceu numa mudança de lua, o que nos deixa as opções dos dias 01, 08 e 14, se observarmos a exatidão do Criador, levando em conta que ele morreu no dia 14 de Abibe [março/abril data da Páscoa [Lev.23:5 e Mateus 26:24 a 30], sua morte ocorreu exatamente na metade da semana, confirmando ele deve ter nascido nesta data. Dia 14 do Sétimo mês, do ano 3 a.C.

    Uma vez quando Z´kharyah cumpria seus deveres de kohen (sacerdote) no período de serviço de sua divisão...lhe apareceu um anjo de Yahveh...dizendo-lhe...sua mulher Elisheva , engravidará. E
    Z´akharyah, vendo-o, turbou-se, e caiu temor sobre ele. Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Yochanam -João. Lucas 1:13
     
    Considerando a ordem de Abias segundo as turmas dos sacerdotes. I Crônicas 24:10 era a oitava turma (oitava semana). Sendo que haviam 24 Turmas de Sacerdotes exercendo o trabalho 2 semanas durante o ano.

    A primeira turma iniciava seus trabalhos no primeiro dia do primeiro mês da Pascoa,=Abib, sendo este o primeiro mês Judaico (entre Março-Abril), veja: No primeiro mês, aos catorze dias do mês, à tarde, comereis a matizah=pães ázimos, até vinte e um do mês à tarde. Êxodo 12:18 . I Crônicas 24:19

    O ofício destes no seu ministério era entrar na casa do Yahveh, segundo lhes fora ordenado por Arão seu pai, como Yahveh Ul-him de Yahshorul=Israel, lhe tinha mandado. Isto quer dizer que a mãe de João ficou grávida logo após o retorno de Z´kariah. Zacarias teria servido entre Julho e Agosto.

    “E sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para sua casa. E, depois daqueles dias, Isabel, sua mulher, concebeu, e por cinco meses se ocultou, dizendo: Assim me fez o Senhor, nos dias em que atentou em mim, para destruir o meu opróbrio entre os homens”.

     

    E, no 6º mês (de gravidez de Isabel) foi o anjo Gabryah - Gabriel enviado por Yahveh a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré. A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era Yossef (José) da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, naqueles dias, levantando-se Maria, foi apressada às montanhas, a uma cidade de Yahudah (Judá)

    E entrou em casa de Z´akharyah (Zacarias) e saudou a Elisheva (Isabel)., Lukas capitulo 1º.

     Isto dá-nos a entender que Isabel já estava com 6º meses de gravidez quando Maria engravidou, no Mês de Kisleu=9º  mês hebraico=Novembro-Dezembro, no tempo da festa de Hannukah (Dedicação), adicionando os 9 meses de gravidez, de Miryam chegam no 7º mês hebraico, Mês de Tyshri=Setembro-Outubro.

    Em Novembro já estaria frio demais para os pastores apascentarem o rebanho no campo a noite.

    Outro Raciocínio!

    Segundo a Escritura ele foi imergido com a idade de 30 anos – Lucas 3: 23
    “E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo imergido também Yahshuah, orando ele, o céu se abriu; E o Rukha Ha’Kodesch desceu sobre Ele ... E o mesmo Yahshuah tinha cerca de  trinta anos...”

    “No outono do ano 27 de nossa era o Salvador foi batizado por João e recebeu a unção do Espírito.[Rukha Kadosch] -  Grande Conflito pag. 326

    Por "três anos e meio" estiveram os discípulos sob a direção do maior Professor que o mundo já conheceu. Atos dos Apóstolos 10.2
     

    No período de Daniel, capítulo 9, versos 25-27. Sessenta e nove semanas, os primeiros 483 anos dos 2.300, deveriam estender-se até o Messias, o Ungido; e o batismo e unção de Yahshuah , pelo Rukha Kadosch -Espírito Santo, no ano 27 de nossa era, cumpriu exatamente esta especificação. No meio da setuagésima semana o Messias deveria ser tirado. Três e meio anos depois de Seu batismo, na primavera do ano 31, Yahshauh foi crucificado. CS 82.2


    O Salvador morreu no dia da páscoa – 14 de Abibe – O primeiro mês do ano judaico com 33 anos e meio. Depois de três anos e meio de seu fascinante ministério de ensino, cura e milagres numa demonstração do amor de Yah para conosco.


    Na ocasião de Seu nascimento a cidade de Yahshalaym -Jerusalém estava repleta de gente ... 




     Como o Eterno é preciso e matemático e não faz as coisas fora de tempo determinado, o Salvador muito provavelmente nasceu na primeira quinzena das Festas do mês de Tirsi [setembro/outubro- lua nova início do mês]. Nas viagens do povo para festa, a lua estava em fase crescente o que facilitava a visão noturna, tornando agradável e menos perigosa.
     

    Muitos podem até ficar horrorizados com esta audaciosa suposição, mas a evidencia histórica e escriturística que a envolve é fantástica e real!


    Ivonil  ferreira  de carvalho

    Diná Soares


    ç

    quinta-feira, 24 de agosto de 2017

    A NOVA YAHSHALAYIM E OS 144 MIL ASSINALADOS-novo



               A NOVA  YAHSHALAYIM E OS 144  MIL ASSINALADOS





    Há uma  certa  expectação no meio religioso,  de como é  na  realidade  a  Cidade  Kadosh-Nova  Yahshalaym;    Geralmente   se ouve  pergunta  como  esta,  como  são  as  casas  da  Nova  Yahshalaym?   Já as apelidaram de mansões  celestiais.   surgiram  alguns hinos tirados de imaginações  errôneas  a respeito  dela.
     Que  dizem haver nela  casas  e ruas de  ouro  e cristal;  A  profecia  declara  que  a referida  cidade é de ouro puro... e  resplandecente  como cristal;  Gilyahna=Revelação  21,11.
    Mas,  não menciona  casas  ou  ruas  literais.   Em primeiro plano nota-se que,  a  Nova Yahshalaym foi descrita  em uma revelação profética.  E que  para  entende-la, necessário  se  faz; Atender a seguinte  ordem  de  Yahveh... "Parem  nas  encruzilhadas  e  observem;   perguntem...Qual é   o   bom   caminho? Siga-o, e  vocês  acharão  descanso  para  a alma; Yahmyahu  6,16.   E receber...do  Ulhim  de nosso  Soberano  Yahshuah  HaMashyah,  o Pai  esplendoroso...um  Rukha  de sabedoria  e  revelação, para     poder  ter  pleno conhecimento...Já que  o homem natural não entende as  coisas  do Rukha  Hakadosh (espírito)  de   Ulhim...mas,   o que  é  espiritual  discerne  bem  tudo...pois...tem  a  mente  do  Mashyah...que é chamado  de  Rukha Nevuah (espírito  de profecia)...que  dá  testemunho  de  Yahshuah;  Efésios  1,17.  1ª  Cor, 2, 14-16. Gilyahna=Revelação  19,10.  Porque...o mistério  de Yahveh  é para  os   que   o  temem...Ele  lhes...revela  o profundo  e  o  escondido;  Danyahu  (Daniel) 2,22;  Tehillim  (Salmos) 25,14.
    Assim Yahshuah  diz  aos  seus  escolhidos... a  vós  é   dado  conhecer  os  mistérios  do  reino de Ulhim...porque  tudo  quanto ouvi  de  meu Pai,  vos  tenho  feito  saber; Luka  8,10. Yachonam  (João)   15,15.    Disse  Yachanam  (João)  quando contemplava   o  panorama...um...anjo  falou  comigo dizendo...vem mostrar-ti-ei  a esposa, a mulher  do  Cordeiro...e  mostrou-me a grande  Cidade, a  kadosh  Yahshalaym  que  de  Ulhim descia  do  céu; Gilyahna=Revelação   21,9,10.
    Foi  mostrada  ao  Talmid  a  esposa  do Cordeiro,  è, portanto  lógico,  que esta mesma  esposa  havia  sido  antes  a  noiva  do  Cordeiro.  E a Escritura kadosh mostra  que  a  noiva   do  Cordeiro é a sua  Kehilah  (Igreja) na  Terra... levanta  os  teus   olhos  ao  redor  e  olha  todos  estes  que se  ajuntam  vêem a ti...e  ti  cingirás  deles    como noiva...pura preparada...para  um marido...O Mashyah; Yashayahu  (Isaías) 49,18. 2ª Cor, 11,2.



    Ficando  claro  que  a  esposa  do  Cordeiro  será  a  sua  Kehilah glorificada  depois  da  ressurreição    da  vida,  na  Sheni Biat Mashyah (volta do Mashyah).     Sendo  que   nesta  ocasião... Yahshuah  HaMashyah...transformará  o   nosso  corpo  abatido para  ser  glorioso...porque...o que  semeia-se  em  corrupção...ressuscitará  em  esplendor...gememos  desejando  ser  revestidos  da  nossa  habitação  que  é  ha shamaym( dos céus)...isto  é...que  o mortal  seja absorvido   pela vida...quando  a  nossa  casa  terrestre  deste  tabernáculo (corpo)  se  desfizer,  temos  de  Ulhim  um  edifício, uma  casa,  não  feita  por  mãos humanas...eterna  no céu...Filipenses  3,21.1ª Cor,15,43.  e 2ª  Cor,5,1-4.  Como  se  vê,   Shaul  Hashaliiach  fala  da  Kehilah  do Mashyah  no seu esplendor, e nunca  de  uma cidade  material.
    A  Cidade Kadosh tem... um grande  a alto muro  com 12 portas...e  nomes das  12  tribos  de  Yashurum  sobre  elas...da  banda  do levante, tinha  3 portas;  da  banda  do norte  3  portas...da banda  sul  3 portas...e  da  banda do poente  3 portas;  Gilyahna=Revelação, 21,12-14.
    Tendo  portas  para  os 4  cantos  da  terra; de onde  o Mashyah  ajuntará seus  escolhidos  na  sua  volta;  Mattytiahu  (Mateus)  24,31.  As  12  tribos  de  Yashrurum são, portanto, as  portas  pelas  quais  entrou Yahshuah  Hamashyah "REI do esplendor" para  formar a  sua Kehilah =Nova  Yahsalaym.
    O  muro  da  Cidade  kadosh possui  12  fundamentos  e  neles  os nomes  dos  12 Emissários  do  Cordeiro; Gilyahna=Revelação, 21,14.
    Assim como a  segurança  da  antiga  Yahshalaym  estava  nas  bases  e  fundamentos  de  seus  muros.  Também  a  segurança da Nova Yahshalaym=Kehilah (Igreja)  do Mashyah;  haveria  de  estar  no... fundamento...dos navyim (profetas)...e dos Emissários; Efésios  2,20.  As 12 portas  (12 tribos) são  12 pedras preciosas,  e  os 12 fundamentos (12 Emissários) são  igualmente  12  pedras  preciosas; Shemot (Êxodo_  28;  Gilyahna=Revelação 21,19-21.
    Tanto  os  12  patriarcas,  como  os  12 Emissários do  Cordeiro  que  formarão  os  24 Anciãos  vistos no  livro  da Revelação;  Vão  receberem  corpos  gloriosos  na  ressurreição  da  vida. Já que os  que  tomarem parte na primeira  ressurreição, receberão corpos gloriosos... semelhantes  ao do Mashyah, 1ª  Yachanam  (João) 3,2; Que  foi  visto depois  de  ressuscitado num corpo  glorioso, "na  semelhança de pedras  preciosas; Gilyahna=Revelação; 4,2,3. e  Refs...

    Resultado de imagem para os salvos com vestes brancas-fotos

    A  NovaYahshalaym  segundo  a profecia... seria  habitada   como as  aldeias  sem  muros..."Yahveh" diz...serei para  ela um muro de fogo  em  redor e o esplendor dentro dela; Z´kharyah (Zacarias)  2,4,.5; Outro profeta  relata...uma  forte Cidade temos, a  qual  "Yahveh"  pôs  a  salvação  por  muros  e ante muros...e ainda....aos  teus muros chamarás  salvação;  Yashayahu  (Isaías) 26,1;  e 60,18.)

    A  Nova Yahshalaym  é uma cidade  que  tem fundamentos... da  qual  o artífice  e  construtor  é  Yahveh  Ulhim; Hebreus,11,10;  Yashayahu  (Isaías) 54,11,12.
    Na construção  desta  cidade  ... o  Mashyah...a  pedra  que  os  edificadores reprovaram...foi  posta cabeça de esquina;  Tehillim   (Salmos)  118,22.  Luka 20,17.  E  todos os  tizadkim(justos)...como pedras  vivas...e preciosas...são  edificados  casas...da  Nova Yahshalaym  1ª  Kefah (Pedro) 2,5. Como Yahveh  indicou , Ele o  "Mashyah" edificará   a minha  cidade-Nova Yahshalaym-pois...ainda  ti  edificarei, e serás   edificada, ó  virgem de Yashurum; Yashayahu  (Isaías) 45,13; e  Yahmiahu (Jeremias)31,3,4.
    Toda esta  figuração emblemática de metais e pedras,  preciosos;  Simbolizam os escolhidos transformados (Kehilah) do Mashyah  após a ressurreição como  já explicamos.   O profeta Ezekyahu (Eze) nos  dá uma visão  clara  deste     panorama  dos  santos  na  nova Terra  dizendo... a   terra  das  aldeias   não muradas...os   que  estão  em repouso,  que  habitam  seguros,  todos eles...habitam   sem muro  e não  tem  ferrolho  e  nem portas; )Ezekyahu (Ez,  38,11.)  Se  o  arraial  dos kadoshim  não  tem muros, portas, e  nem ferrolhos; Não pode nunca  ser uma  cidade literal não é mesmo?.
    Em  Z´kharyah  capitulo 2  o profeta  vê  um Malach (Anjo) com um  cordel  de medir   na mão,  e pergunta-lhe... para   onde vais  tú?  E  o  Anjo disse-lhe,  vou medir  Yahshalaym  para  ver  qual  é  a  sua  largura  e  qual é  o  seu  comprimento;  Tratava-se   de uma  medida simbólica,  em  um  acurado  exame  podemos  descobrir  que  o Malach (Anjo) não  mediu  a  Cidade,  e  nem poderia medi-la; , pois  esta  ainda  não  havia  sido  edificada.   Nesta  ocasião  existiam  somente  as  suas  12  portas  (12  tribos).
    Portanto,  o Malach (Anjo) falava  em  medir a  Kehilah-Cidade  kadosh-que  seria  edificada  em  Yahshuah  Hamashyah  a pedra  fundamental  da Nova  Yahshalaym. A  pedra  que  Danyahu viu... ser  lançada  nos  pés  da estátua destruindo-a, e fazendo um  grande  monte-reino- (Monte  Tzyom-Sião) enchendo  toda  a Terra.  E  que também  é chamada  de monte  Tzyom-reino  de Sião, e Yahshalaym  Celeste...a cidade do  Ulhim  vivo...a  universal assembléia dos primogênitos; cujos nomes  estão  registrados  no shamaym (céus) Heb,12,20-22;     A  palavra  inspirada  diz que...sobre  esta  pedra  única "Mashyah"...Yahveh...edificaria  a sua  Kehilah (Cidade  Santa)  Z´kharyah   3,9; e Mattytiahu  (Mateus)  16,18.  
       No capitulo  11,1 2.  de  Gilyahna=Revelação;  Yachanam  recebe  uma vara de medir,  e a seguinte  ordem  dum Malach (Anjo)... mede  o  templo de Ulhim, e  o  altar,  e os que  nele adoram;  E  deixa  o  átrio  que  está fora  do  templo  e não  o  meças,  porque  foi  dado  aos  Goym (gentios), e  pisarão a Cidade kadosh (Santa)  por  42  meses.
    O  templo  de Ulhim  são  seus próprios  escolhidos... vos  sois  o  templo  do   Ulhim;  1ª   Cor,3,16,17.  e  2ª Cor,  6,16.   O altar é a mesma Kehilah  (Igreja)...temos  um altar  kadosh...a  Kehilah...do  qual  aqueles   que  servem  na  Tenda  não  tem  permissão    de  comer: hebreus 13,10
    E  os  que  adoram no  altar  são    os  mesmos   kadoshim (cidade  Santa)  que  adoram  ao Ulhim eterno... em Rukha  (espírito)  e em emet  (verdade;)  Yahchanam  (João) 4,23,24.   Vemos que, tanto  o  templo...e  o  altar,  como os que  nele adoram;  aplicam-se, a  Kehilah  do Mashyah que  é a Nova  Yahshalaym;  a  noiva-esposa  do  Cordeiro.  Que   realmente foi  pisada  pelas  nações  durante  1260 dias-anos;  durante  a  idade  média, principalmente  pela "santa? inquisição" que  inclusive  matou milhares  de  pessoas  seguidoras   do Mashyah acusadas  de  pertencer  a seita dos   nazarenos Yahudim  (judeus).
    Ficando   assim claro  que  a  passagem  citada   fala  da  Kehilah  do Mashyah, já que  se  houvesse  uma cidade literal  de ouro no  céu como a maioria crê e ensina.  Ela  jamais  seria  pisada  pelas nações  ímpias; , pois  qual  nação  deste mundo teria  poder  para  subir  no céu,  e pisar  lá  a referida   Cidade  kadosh?  Nenhuma!
    Alem  do mais,  o  relato  profético  diz... Veste-te,  ô  Tzyon...veste-te  dos teus   vestidos  formosos  ô  Yahshalaym  cidade Kadosh(santa,)   porque...nunca  entrará em  ti  nem  incircunciso  nem imundo...não entrará  nela  coisa  alguma  que  contamine  e cometa  abominação  e mentiras, mas, somente  os  que estão   inscritos  no  livro da  vida  do Cordeiro;  Yashayahu   52,1-3. E Gilyahna=Revelação21, 27;   Ou  seja,  entrará na  cidade santa... a  nação  justa  que observa  a verdade:  Yashayahu;26,2.  Sendo que os justos,  (Kehilah)  do  Mashyah  formam a Cidade  Kadosh.  Fica  evidente   que  os  ímpios  não  entrarão  nela,  já  que  ela é composta  somente  dos redimidos no  sangue do  Cordeiro.
    Foi  dito ao  apóstolo  que  não  medisse  o  átrio  que  estava fora  do  templo. No Israel  antigo o  átrio ficava... fora  do  tabernáculo; Shemot  (Êxodo)  27;    E  como os santos  são  o  templo  de Ulhim; A  profecia  indica  que  o átrio   aqui,  simboliza  o mundo  religioso  apostatado...que  se  diziam seguidores  do nazareno Yahshuah (judeus)...mas, mentiam...pois  eram na  verdade  a  sinagoga de  Hashatam  (satanás)...Gilyahna=Revelação 2,9.  Que  se uniu aos  Reis  da  terra e perseguiram...os que guarda  os mandamentos  de  Yahveh  Ulhim, e dão testemunho  de  Yahshuah.; Gilyahna=Revelação,12,17.
    E   ainda, sobre  a Cidade  Kadosh-Kehilah  do Mashyah  lemos... ô  Yahshlaym  cidade kadosh...solta-te  das  ataduras  de teu  pescoço, ô cativa...você  foi  vendida  por  nada, e  será  redimida  sem pagamento...isto é...pelo  sangue  do  Cordeiro de Ulhim  que  tira   o  pecado  do Mundo...Yashayahu  52,1-4; e 55,1.    Yachanam 1,29. 1ª  Kefah  1,19.
    Assim  fica esclarecido que, tanto a Tzyom  como  a  Yahshalaym  Cidade kadosh (santa;) Se  refere  à Kehilah  do Mashyah  que  dantes  era  cativa  do pecado. Aqui  mencionada  no singular  como sendo única.  Se  existisse uma Cidade kadosh (Santa) de  ouro no  céu  a que  fosse  aplicada  a profecia.   O   profeta  Yashayahu  caducou,  porque  ela  jamais seria  cativa;  e  se  ele  falava  do  Yahshalaym  terrena do  Tanak, a profecia  falhou  espetacularmente. Já  que  esta  nunca  foi   resgatada  sem  pagamento,  e  sim, destruída  por  duas  vezes  depois   que   foi  dada a  profecia.
    No  Tehillim, 9,11.  diz que... Yahveh  habita  em Tzyom (Sião=habitação de Yahveh)...entretanto,  o profeta   relata  que...Yahveh  o   altíssimo  não  habita  em  templos  feito  por   mãos              de  homens;"  1º  Reis=Malakhim  Alef, 8,27;  e    Actos  7,48;  Porque...a  sua  casa  somos nós...vós  sois  o  templo  do  Ulhim vivo...como  está  escrito...neles  habitarei...eles  serão  o meu povo=cidade kadosh.
    E  como  aprendemos que  na ressurreição  da  vida  todos  os  escolhidos d e Yahveh receberão corpos esplendorosos semelhantes   à pedras  preciosas... a luz  da  cidade kadossh=povo kadosh...é semelhante a  uma  pedra  preciosíssima ;  como cristal  resplandecente:  Gilyahna=Revelação  21,11. A  descrição   reza que...as  nações...andarão...na  luz  da cidade santa...e  os  reis  da  terra  trarão  para  ela a seu  esplendor; vs 24.
      Na  verdade  todos  os povos  estão andando sob á luz  da  Nova Yahshalaym=Kehilah do  Mashyah,  já  que  ela  é  sempre... a luz  do mundo;  Yashayahu  58,8; Mattytiahu   5,5,14-16;n  Lukas,2,32;  Actos,13,47; e 26,23.   e refs...Os  reis  da  terra  que  trazem  para  a Cidade  Santa a sua  glória  e honra; são  os próprios santos  que  honram  a  Kehilah  do Mashyah  observando  a  verdade.  Pois  Yahshuah  comprou com  o  seu  sangue...homens  de  todas  as  nações...e  os  fizestes  reis...e  eles  reinarão  sobre  a Terra; Gilyahna=Revelação 5,9,10.
      Todo  o  resplendor  aplicado à Cidade  Santa,  é    uma figura  dos  escolhidos... purificados  e embranquecidos...vestidos de vestes brancas...de  linho fino  puro  e resplandecente...com  compridas  vestes   brancas...e andarão  de  branco  com  o Mashyah...porque...lavaram  os  seus  vestidos  e  os  branquearam  no  sangue  do  Cordeiro;  Danyahu (Daniel) 12,10.Gilyahna=Revelação  3,5.  e  6,11,  e 7,14.
    Quando  Yachanam  viu  a Cidade  Kadosh descendo do  céu,  ela  ainda  não  havia  sido medida;   Porque  em   Zacarias  capitulo 2; o Malach (Anjo) disse  que  ia medi-la, mas, não  a mediu. E em Gilyahna=Revelação  capitulo11;  O  Talmid recebeu  ordem para  medi-la  e também  não a mediu.
    Isto porque, tanto  no  tempo  de Zacarias  como nos dias de  Yahchanam;  A  Cidade Kadosh=Kehilah  ainda  estava  sendo  edificada, sem  condições   de   ser   medida.  Entretanto,  no  capitulo  21 de  Gilyahna=Revelação;  O vidente  viu  um Anjo medir  a Nova  Yahshalaym.  Vemos então  que  aí  ela foi mostrada  depois  que  Yahchanam  viu  um... um  novo  céu  e  uma nova  Terra ; Gilyahna=Revelação  21,1.
    Neste  tempo  a Cidade  kadosh=Kehilah  do Mashyah  já  estará completa a sua medida,  ou  o número dos  remidos  de  Yahshuah estará completo.    Então  o. Anjo ...tinha  uma vara  de   ouro  para  medir  a  cidade,  seus  portões  e  o muro. A  cidade era  quadrada, de  largura  igual ao comprimento.  Ele  mediu  a  cidade  com a  vara; tinha 12 mil estádios,(2,200 kms) de  comprimento,  largura  e  altura.  Ele  mediu o muro;  a medida de 144  côvados (65  metros).
    Este  é um fator  interessante;  uma cidade cuja medida atinge  cerca  de 2200 kilômetros jamais caberia  dentro  de uma muralha  com apenas  65 metros.   Creio ter  contribuído  para   termos um melhor  esclarecimento sobre  este  tema envolvente  que  é a  cidade Kadosh.

                          OS  144 MIL ASSINALADOS


    Vi  um Malach (anjo) subindo  do  Oriente,  tendo  o selo  do Ulhim  vivo;  Ele... bradou...não  danifiquem  nem a  terra,  nem  o mar,  nem as  árvores,  até que  tenhamos  selado os  servos  do  nosso  Ulhim "Yahveh" nas  frontes!  Ouvi quantos  haviam  sido  selados=144  mil  de todas  as  tribos  do   povo de  Yashurum.

    Da  tribo  de Yahdah, 12  mil foram selados.
    da   tribo  de Rúven,  12 mil.
    da  tribo  de Gad,  12  mil.
    da  tribo  de   Asher  12mil.
    da  tribo  de Naftali,  12   mil.
    da  tribo  de  M´nasheh,  12  mil.
    da  tribo  de Shimón,  12 mil.
    da  tribo de Leví,  12 mil.
    da  tribo   de Yissakhar,  12 mil.
    da   tribo   de Z´vulun,  12  mil.
    da  tribo   de   Yossef, 12 mil.
    da  tribo de Binyamin, 12 mil.
    Gilyahna=Revelação  7,1-8.

    Vale  lembrar  que,  o  povo  de  Yahshurum descrito aqui,  é  o povo  da  promessa, da linhagem  de  Avraham (Abraão) o  Yahshurum espiritual, e não  o  Israel  nação; Pois logo  a seguir aparece... uma  grande  multidão...de  toda   nação,  tribo  povo  e língua...trajando  vestes  brancas...vrs  9. A   grande multidão  não  é um povo  separado  das  12  tribos, e sim, o resultado  aritmético  de  12  tribos  vezes  12 mil  selados;  12X12=144; que aparece  no  capitulo  14 selados com o nome  de "Yahshuah=Yahveh=Salvação=o nome do Pai  e do  Filho.   Já que  as... promessas foram feitas  a Avraham  e  a sua descendência  que  é  o  MashyahGálatas, 3,16.  Portanto, as  12  tribos  seladas são  o  Yahshurum espiritual,  iniciando  com  Yahdah (Judá) como o primogênito  em lugar de  R´uvem;  sendo que  na genealogia  de  Yahshuah  aparece  Yahdah  como o   primogênito  e não  Rubem.  Confirmando ser  o  Yashurum espiritual Shaul (Paulo)  escreveu... o  Yahudi  (judeu) de  verdade... não  é... apenas  exteriormente  judeu... mas... quem  o  é  interiormente... no  espírito... Em   outras   palavras, os descendentes  físicos  não  são "B´nai Yahveh=filhos  de  Yahveh; mas,  os  filhos da  promessa. são  contados  como  descendentes  de  Avraham;  Romanos, 9, 6-9. E  portanto  selados  com  o  selo da  promessa  através...do  conhecimento e  obediência  aos  mandamentos  de  Yahveh...e  a   fé=testemunho...  em  Yahshuah HaMashyah.; Gilyahna=Revelação 12,17;  e  14,12.    Já  que...o  seu  mandamento  é  a "Chai olam=vida  eterna;Yachanam 12,50.
    Nisto... não há judeu nem gentio...o Mashyah  de  ambos  os povos...judeus...gentios...fez  um povo só...criando em si  mesmo  dos dois...um  novo  homem...Yahshurum  do  espírito=da promessa...porque   todos   vós  sois  um  no  Mashyah, e  se sois  de  Yahshuah,  então  sois  descendência  de Avraham e herdeiros   conforme a promessa;  Romanos 10,11-18.
    Assim, tanto os selados do capítulo  7 quanto os do capitulo 14 de  Gilyahna= (Revelação,) pertencem   ao mesmo  povo não é  grupos  separados. Os 144 000  foram visto com  o   Cordeiro no monte Tzyon=Sião.

    Os 144 mil estavam diante do trono... De toda  a humanidade  eles eram os únicos  que tinham  sido comprados e selados pelo soberano Yahveh...Apo-14,3; e 7;3.



    Sião  significa  morada  de Ulhim, monte  é símbolo de  reino;  daí  monte  Sião  ser  o  reino do Mashyah, a  pedra de  Danyahu Capitulo  2 a que  já referimos.  Se  conclui que,  o monte  Sião é a Kehilah do Mashyah,   o  monte=reino, que  encheu toda  a terra,  formando a grande multidão  de toda  nação, tribo e língua e povo, vista no  capitulo 7,9.  Que formam a Nova  Yahshalaym=Cidade  Kadosh.
    Vejamos;  A  medida  da Cidade  Santa  é  de 12 mil estádios  vezes  12 mil estádios;   12X12=144 mil... O  que  é uma  simbologia  das  12  tribos  de  Yashurum  vezes   os  12  Apóstolos  do  Cordeiro,  mais o número 1000 (idéia  de multidão) somam  12X12=144000.  interessante,  não?
    Também  o número de medida do muro  da Cidade  Santa é  de 144  côvados, somando a eles,  (mil idéia  de multidão) dá  o mesmo número  de  144000.
    Os  144000... são os...servos   de  nosso  Ulhim selados na  testa; Gilyahna=Revelação  7,3;  D´varim  (Deut-)  6,7,8.  Ezequiel  9,3-5...E tem em   suas testas escritos,  o  nome do Cordeiro  e de seu Pai "Yahshuah=Yahveh+Salvação.  Fala  de  todos  os  escolhidos,   já que   todo o  que  invocar  o nome "Yahshuah"  será salvo;   Invocar  o nome  "Yahshuah"  significa  conhecer  e memorizá-lo;  tê-lo sempre focado na  nossa mente.
    Os  144000... foram  comprados da  terra;  os  escritos  sagrados  dizem  que...Yahshuah  resgatou  como  seu próprio  sangue...comprando para  Ulhim   seu  pai, homens  de toda    tribo,  língua,  povo e nação.  Actos,20,28. Gilyahna=Revelação  5 9,10
    Os  144000... são   os  que  não contaminaram com mulheres  pois  são virgens; Vrs4.  Não fala de contaminação sexual;  já  que o casamento entre  o homem  e a mulher é uma  instituição divina, e abençoada  pelo Criador...unirá o  homem  à sua mulher  e serão dois uma só  carne...O  Apostolo Shaul  confirma...venerado  entre  vós...os kadoshim...seja  o   matrimonio,  e  o leito...sexo...sem  mácula;  Mattytiahu   (Mateus) 19,5,6. e Hebreus 13,4.
    Fala  aqui  dos escolhidos que  não se  contaminaram  com as  doutrinas da velha prostituta e mãe das Meretrizes  filhas  da mãe  Babilônia;  e saíram... vitoriosos  da   besta, (mãe  Babilônia)    sua imagem, (as filhas da mãe,) e  do seu  sinal,  e  do número  do seu  nome;  Gilyahna=Revelação 15,2; 
    Aqui, os santos, a cidade santa, e  os 144000,  representam um único povo;  o  Yashurum povo da  promessa,  que  compõem  a  Nova  Yahshalaym.

    Os  144000  são  também... os que  seguem  o  Cordeiro  para  onde  quer   que  ele vai; vrs 4.  O Mashyah  prometeu...se  alguém  me serve  siga-me;  e onde  Eu  estiver  estará  também  o  meu servo...e  ainda...Pai  aqueles  que me  deste...todos  os escolhidos...quero  que  onde  Eu  estiver, também  eles  estejam comigo  para  que  vejam o meu esplendor;  Yachanam 12,26;  e 17,24. 
    Os 144000   comprados  da  terra são  as  primícias de  Yahshurum... Yarmiahu,  (Jeremias) 2,3;    Y´a kov  (Tiago)  1,18. E Gilyahna=Revelação  14,4.
     Os   144000 são  os  que... em  sua  boca  não se achou engano  (mentira), são  irrepreensíveis; vrs 5.  Yahveh  diz que,,,nenhum enganador...ou mentiroso...habitará na minha  casa=Yahshlaym   Celeste;   E  somente  serão integrantes da  Cidade Santa,  os  que   forem...irrepreensíveis  para  a Sheni  Biat Mashyah  (A 2ª  vinda  do Mashyah;   Tehillim 101,7,8;    1ª  Tess,,5,23;  1ª  Cor,  1,18..  e  refs.   lembramos  que  A  Cidade  Kadosh, foi  vista  descendo  como uma  esposa   ataviada para  o  seu marido;  vrs  2.    Neste  ponto concluinte, a Cidade Kadosh=Kehilah do Mashyah já  era  a esposa  do  cordeiro; Cumprirá  o que  Yahveh  diz  a  respeito  dela pela  boca  de  um     seu  profeta...Não   serás   chamada  dali   em diante  desamparada...mas,  serás  chamada...casada; porque Yahveh  se  deleita  em  ti... e serás  casada...como o  mancebo  se  casa  com a donzela...e  se   alegra  com  a  noiva...assim  o  teu  Ulhim  se  alegrará  de  ti;  Yahshayahu  (Isaías)  62,,3-5;
    O  sinal  que  os  servos  do  Cordeiro  e  de seu  pai, recebem  no capitulo  7  de Gilyahna=Revelação; significa  receber  e guardar  a palavra  do  Eterno  como  está  escrito...estas  palavras=10 mandamentos;...que  hoje  ti  ordeno,  estarão  por  sinal na  tua    mão,  e te  serão   por   testeiras  entre  os   teus   olhos...marca  com...este   sinal...as  testas  dos  homens  que  suspiram   e  gemem   por  causa  de  todas   as  abominações   que   se   cometem   no meio  dela  (Babilônia  e  filhas);  D´varim (Deut-)6,6-8.    Sh´mot  (Êxodo) 13,9-16.e  Ezeqyahu  (Ezequiel) 9,2-5;
    E  no  capitulo  14  diz  que... estavam com o Cordeiro  144000 que  tinham escritos  em   suas  frontes...o  nome   do  Cordeiro e de  seu  pai.    No capitulo  7  o  povo  estava  sendo selado com o  selo  do  Eterno, através   da sua     palavra kadosh;  No  capitulo  14, o povo  já estava  selado com  o  nome  do  Cordeiro  e de  seu  Pai. Como  o  nome do  Cordeiro  é  Yahshuah,  e significa  "Yahveh+Salvação.  Todo  o  Yahshurum povo da  promessa,  os  filhos  de  Avraham pela   fé  no  Mashyah. Que  crêem  no  nome  do "Yahshuah" unigênito  de  Yahveh; recebe  em  suas testas (mentes)  este  selo.   Compondo  a  Yahshalaym  Cidade  Santa=os  144000  selados.

    Ivonil Ferreira de Carvalho


    Jatai-go   ano   1989.