sexta-feira, 23 de junho de 2017

AS BODAS DO CORDEIRO SINTESE-NOVO

AS BODAS DO CORDEIRO!

"Quão felizes são os que foram convidados para a festa de casamento do Cordeiro"




UM DADO DEVERAS INTERESSANTE E SIGNIFICATIVO SOBRE A VOLTA DO MASHYAH E AS BODAS DO CORDEIRO COM SUA NOIVA!



Há um dado interessante sobre as bodas do Cordeiro com a sua noiva=Kehilah. No livro de Gyliahna=Revelação 19, 9; Yahchanam (João)... relata... E o anjo me disse; Escreva; Quão felizes são os que foram convidados para a festa de casamento do Cordeiro. E acrescentou; Estas são palavras de Yahveh. É sabido por todos que, para alguém ir participar de uma festa de casamento importante; necessário se faz que, este alguém receba um convite da parte dos noivos; E naturalmente é neste convite que vem os dados sobre a festa de casamento. Exemplos; nomes dos noivos, local e principalmente a data do casamento; Sem a qual não existe nenhuma possibilidade para que o convidado possa ir a tal festa.



Esta festa das bodas do Cordeiro com sua noiva é representada também na abertura do 7º selo... e havendo aberto o 7º selo houve silencio no shamaym=céu, quase meia hora; Meia hora profética são 7 dias e meio; quase meia hora equivalem a 7 dias em tempo profético, que são 7 anos. Na Parusiah do Mashyah todos os santos anjos virão com Ele; Mattytiahu 25,31. 2ª Tess, 1,7. e refs. E ausentando do céu as hostes angelicais; haverá ali obrigatoriamente; silencio durante essa quase meia hora.

Yahshuah considerou ainda, sua  volta  para  o  casamento  com  sua  noiva, no  quadro  das  10  damas  de  honra... que  tomando suas  lâmpadas  saíram  ao  encontrar  o  noivo...as  imprudentes  não levaram  azeite  consigo...a  meia noite  ouviu-se  um  grito. O  noivo  vem aí!  Saí  ao  seu  encontro... enquanto  as imprudentes  foram  comprar  o  azeite, o noivo  chegou e  as  que  estavam  prontas entraram   com  ele  para  o   banquete    de  núpcias. E  fechou-se  a porta;  Mattytiahu  25,1-13.
As  prudentes  representam   a Kehilah  do  Mashyah, a  noiva  fiel  e  prudente  que  recebeu  o  convite  através  do Rukha Nevuah "espírito  de profecia” simbolizada  pelo  azeite=Rukha hakadosh.  Estando  atenta  ao  local  e  data  da  festa  de casamento.
Já  recebeu  o convite  do casamento  e  da  festa  das  bodas   do  Cordeiro  com  sua   noiva no  2043/4 era  atual?  Não!  Os  convidados  estão  recebendo  o  convite.  E  esperando  que,  por   volta  do  ano 2043/4... virá  o desejado   de  todas as nações...e  fará tremer   os céus e a terra;  "no final  do  ´olam  hazeh=era  atual;  Ageu 2,5-7.  2 Kefah  3,9,10.
No  que   diz  "Yahveh"  escreve a visão  e  torna-a  bem  legível  sobre   tábuas, para   que possa ler   o  que   correndo passa... a  visão é  para   o    tempo  determinado, e  até  ao   fim  falará  e não mentirá...certamente    virá, não  tardará;    Assim   será  a  palavra   que  sair   da minha   boca;  ela não voltará   para  mim   vazia; antes,  fará o  que me apraz,  e  prosperará naquilo  para   que  a  enviei; Habakuk 2,2,3.  Yashayahu   (isaias)   55,11.

O livro a um passo do Armageddon pg 325, de Helen g, White, traz o seguinte comentário, sobre os 120 anos que antecederam ao Dilúvio... Quando a iniqüidade dos antediluvianos levou Ulhim a trazer o Dilúvio sobre a terra....Durante 120 anos, foram instados ao arrependimento e a abandonar seus maus caminhos. E nas pgs 309 e 356 do mesmo livro mostra um alerta, a respeito da data da sheni biat mashyah... Assim os que esquadrinham a palavra de Ulhim, podem confiar que, encontrarão, indicado com clareza nas Escrituras kadosh; o acontecimento mais estupendo que deve ocorrer na história da humanidade a " sheni biat Mashyah". Além disso... continua ela... é nos ensinado na Escritura kadosh; que, desatender a advertência e recusar ou negligenciar saber... o advento do Salvador, ser-nos-á, tão fatal como o foi para os que viviam nos dias de Noach o não saber quando viria o Dilúvio.

No tempo do primeiro advento do Mashyah, os sacerdotes e escribas a quem foram confiados os oráculos de YAHVEH, poderiam ter discernido os sinais dos tempos e proclamado a vinda do Prometido. A profecia de Miquéias designou o lugar de Seu nascimento (Miquéias 5:2); Dan. especificou o tempo em que viria. Dan. 9:25. Yahveh confiou estas profecias aos dirigentes judeus; estariam sem desculpas se não soubessem nem declarassem ao povo que a vinda do Mashyah estava às portas. Sua ignorância era o resultado da pecaminosa negligência. ... Ma 3.2

Evidência alguma há de que o Salvador seja esperado, e nenhum preparativo para o Príncipe da Vida. Com espanto está o mensageiro celestial prestes a voltar para o Céu com a desonrosa notícia, quando descobre alguns pastores que, à noite, vigiam seus rebanhos e, mirando o céu bordado de estrelas, meditam na profecia do Mashyah a vir a Terra, anelando o advento do Redentor do mundo. Ali se encontra um grupo que está preparado para receber a mensagem celestial. E subitamente o anjo do Senhor aparece anunciando as boas novas de grande alegria. ... Ma 3.4 Oh! que lição encerra a maravilhosa história de Belém! Quanto ela reprova a nossa incredulidade, nosso orgulho e amor-próprio! Quanto nos adverte a nos precavermos para que não aconteça que pela nossa criminosa indiferença deixemos também de discernir os sinais dos tempos e, portanto, não conheçamos o dia de nossa visitação! — O Gde Conflito pg 313 e 315!


Vejam, mais detalhes  no tema...Quando será o fim?...de  Ivonil Ferreira  de Carvalho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário